Lexus LF-LC vs LC 500

O Lexus LF-LC é um carro, no mínimo, diferente. Dramático seria uma boa palavra pra descrever. Parece que veio direto do sketch: stance, superfície bem feita, roda 21", traseira alta, frente baixa e distância zero pro chão. Em 2012, quando ele apareceu a crítica gostou. É difícil fazer as doideras que a Lexus gosta, mas eles conseguiram!

E o conceito deu tão certo que vai pra produção em 2017. O carro a ser produzido é o LC 500 que manteve muitas características do original, mas precisou de um toque da engenharia para poder ir pra rua. O side view já revela algumas mudanças: retrovisores, seta na caixa de roda, coluna B bem maior do que no conceito. Basicamente, mudanças de engenharia.

Na dianteira, o vão para abertura do capô é bem maior que no conceito, alguns detalhes da grade e do logo, e o farol, que, além de ganhar um vidro de proteção, teve os canhões de luz redesenhados. Além disso, o gap do capô acompanhava o vinco que sai da grade, mas no modelo de rua, o gap se extende até o farol... Uma solução bem menos legal.

Na traseira, 3 coisas chamam minha atenção: primeiro, e mais claro, são as saídas de ar que sumiram! Um carro dramático desses não pode perder um elemento tão forte que se conecta direto com as duas grandes entradas de ar da frente. A segunda mudança é a areazinha pra colocar a placa do carro. No conceito não havia marcação nenhuma (é o mundo ideal), mas no mundo real precisa ter, e foi feito esse recorte em forma de trapézio. A terceira mudança pra mim é bem sutil: o gap da mala. Repara que no conceito ele liga uma lanterna à outra, passando pelo logo da Lexus e quase não é percebido (e ainda conversa com o desenho interno das lanternas). No LC 500 a linha está mais baixa e faz um desvio por causa do formato da superfície. Prefiro a primeira.

O problema pra mim foi: tiraram um elemento muito interessante e que dava muita atitude ao carro (saídas de ar) e colocaram um elemento estranho que chama mais atenção do que deveria (região da placa). Pra quê chamar tanta atenção pra um item feio desses?? Todo carro tem isso! Olha pra um VW Gol e você vai ver uma superfície semelhante a essa, só que bem feita! Quase não se repara nela.

De todas as pequenas mudanças que foram matando o LF-LC aos poucos, essas duas pra mim foram as piores... Todas as outras mudanças são bem compreensíveis, são requisitos de engenharia e normas de segurança. Apesar dessa região da placa também ser requisito de alguma norma, a solução pro problema poderia ter sido melhor. Sobre as saídas de ar: retirar foi como castrar o conceito. Acabou com o tesão do carro.

Mas o que eu quero saber é: você concorda? Achou que eu falei besteira? Acha que eu estou certo e o conceito é bem melhor? Comenta aqui embaixo!

E só pra te avisar: estou fazendo algumas matérias que eu só mando por email, nada de Facebook, Pinterest e nem Twitter, só recebe quem é membro da newsletter! Se quiser receber também, vou deixar a inscrição aqui embaixo.

Abraço!


Já viu esses posts?


Comentários:

Quer comentar, reclamar, elogiar ou espernear? Fique à vontade! Mas lembre-se de 2 coisas:

  1. Seja educado! Pense duas vezes antes de enviar alguma coisa: você mostraria esse seu comentário para sua vó? Não?! Então use o bom senso!
  2. Quer fazer propaganda? Os comentários não servem pra isso. Mande um email para nós através do Contato.

Qualquer comentário que não respeite essas duas regrinhas básicas de convivência serão excluídos sem qualquer aviso prévio. De resto: a casa é sua!